Revista Junguiana 36/2

Revista Junguiana 36

Edição Digital: Veja Aqui na Íntegra

Portal Pepsic

revista junguiana 34As Sete Dinâmicas de Consciência, A Hominização, A Inteligência Espiritual e o Processo de Individuação

Maria Zélia de Alvarenda

Este artigo propõe a existência de sete dinâmicas de consciência, e não somente as quatro atualmente descritas pela Psicologia Analítica. A par da proposição de sete dinâmicas, teço comentários sobre a inteligência espiritual e sobre o processo de hominização, dados esses que concorreram para a proposição das sete dinâmicas de Consciência. Alguns dados aqui presentes foram apresentados no VIII Congresso Latino Americano de Psicologia Analítica – julho de 2018, em Bogotá-Colômbia sob o nome de “As sete Dinâmicas de Consciência”. O texto atual foi acrescido de descrições pormenorizadas das novas dinâmicas propostas como componentes do elenco de dinâmicas de consciência regentes da personalidade humana, a par de tecer comentários sobre aspectos da sétima dinâmica que passo a nominar como da Compreensão Universal. As dinâmicas elencadas são: da Origem ou Urobórica, sob a regência do arquétipo da Natureza Divina; do Feminino ou da Grande Mãe, sob a regência do arquétipo da Deusa Mãe; do Masculino ou do Pai, sob a regência do arquétipo do Deus Pai; do Encontro, sob a regência do arquétipo da Coniunctio; da Comunicação, sob a regência do arquétipo do Verbo encarnado; da Vidência ou Antevisão do Futuro, sob a regência do arquétipo da Profecia; da Compreensão Universal, sob a regência do arquétipo da Totalidade.

 

Las Siete Dinámicas de la Conciencia, La Hominización, La Inteligencia Espiritual Y El Proceso de Individuación

Maria Zélia de Alvarenga

Este artículo propone la existencia de siete dinámicas de conciencia, y no sólo las cuatro actualmente descritas por la Psicología Analítica. A la par de la proposición de siete dinámicas, hago comentarios sobre la inteligencia espiritual y sobre el proceso de hominización, dados éstes que concurrieron a la proposición de las siete dinámicas de Conciencia. Algunos datos aquí presentes fueron presentados en el VIII Congreso Latinoamericano de Psicología Analítica – julio de 2018, en Bogotá-Colombia bajo el nombre de “Las siete Dinámicas de Conciencia”. El texto actual se ha añadido a descripciones detalladas de las nuevas dinámicas propuestas como componentes del elenco de dinámicas de conciencia regentes de la personalidad humana, a la par de tejer comentarios sobre aspectos de la séptima dinámica que paso a nominar como de la Comprensión Universal. Las dinámicas enumeradas son: del Origen o Urobórica, bajo la regencia del arquetipo de la Naturaleza Divina; de lo Femenino o de la Gran Madre, bajo la regencia del arquetipo de la Diosa Madre; de lo Masculino o del Padre, bajo la regencia del arquetipo del Dios Padre; del Encuentro, bajo la regencia del arquetipo de la Coniúntio; de la Comunicación, bajo la regencia del arquetipo del Verbo encarnado; de la Videncia o Antevisión del Futuro, bajo la regencia del arquetipo de la Profecía; de la Comprensión Universal, bajo la regencia del arquetipo de la Totalidad

 

O Erro na Psicologia Analítica: Sombra ou Luz?

Aurea Afonso M. Caetano

A autora resgata a noção do erro na psicologia analítica, revisitando o trabalho inicial de Jung no teste de associação. Busca compreender o que sustenta o processo analítico, tanto do ponto de vista da psicodinâmica quando dos novos modelos de funcionamento cerebral como propostos pelas neurociências. Discute em que medida a busca do certo, do modelo ideal, pode impedir o desenvolvimento propondo que nosso trabalho enquanto psicoterapeutas seria possibilitar a formação de um campo favorável à (re) construção do movimento intrapsíquico, e não corrigir “erros” introduzindo a importante discriminação entre to cure e to heal.

 

Error in Analytical Psuchology: Shadow or Light?

Aurea Afonso Caetano

The author rescues the notion of error in analytical psychology, revisiting Jung’s early work on the word association test. She tries to understand what supports the analytical process, both from the point of view of psychodynamics and from the new models of brain functioning as proposed by neurosciences. She discusses, to what extent, the search for the right, the ideal model can inhibit development; proposes that our work as psychotherapists is to enable the formation of a field favorable to the (re) construction of the intrapsychic movement and not to correct “errors” introducing the important discrimination between “to cure” and “to heal”.

 

Estudo Sobre Sonhos de Pacientes da Oncologia Pediátrica

Gabriela Perna de Mendonça e Ivelise Fortim

Este artigo pretendeu realizar uma breve revisão de literatura da psico-oncologia sobre os efeitos do diagnóstico e tratamento de câncer na vida do indivíduo para, em seguida, relacionarmos com a teoria analítica sobre sonhos, trauma e a doença como símbolo. O objetivo deste trabalho é estudar os sonhos desses pacientes, entre 10 e 12 anos, estejam eles ainda em tratamento ou não, a fim de relacionar os elementos e/ou temáticas comuns aos sonhos deste grupo, com a experiência com a doença, suas sequelas e a teoria analítica. Foram realizadas entrevistas com o paciente e seu responsável, além da coleta dos relatos de sonhos das crianças. A análise do material nos aproximou da situação psíquica dos sujeitos, na qual, a partir dos elementos e estruturas oníricas, foi possível perceber uma fragilidade emocional intensa e a possibilidade de dissociação psíquica. Os temas oníricos remetem à doença e ao seu tratamento apontando para uma tentativa de elaboração dessas vivências.

 

Study on Pediatric Oncology Patients’ Dream

Gabriela Perna de Mendonça e Ivelise Fortim

This article aims to perform a literature review of psycho-oncology on the effects of cancer diagnosis and treatment on the individual’s life, and then relate to the analytical theory about dreams, trauma and disease as a symbol. The objective of this study is to study the dreams of these patients, between 10 and 12 years old, whether they are still undergoing treatment or not, in order to study the elements and/or the themes common to the dreams of this group, relating them to the experience with the disease and its sequels and analytical theory. Interviews were conducted with the patient and his / her caregiver, as well as the collection of reports of children’s dreams. The analysis of the material brought us closer to the psychic situation of the subjects, where, from the dream elements and structures, it was possible to perceive an intense emotional fragility and the possibility of psychic dissociation. The morbid themes and aspects related to the disease and its treatment point to an attempt to elaborate these experiences.

 

A Pele que Somos e a Pele que Sentimos Pele –  Símbolo – Consciência

Iara Galiás Yoshinaga e Iraci Galiás

O sistema somatosensorial humano funciona de forma dinâmica. Nossos órgãos recebem e produzem estímulos que são convertidos em informação biológica, necessária para a formação, maturação e funcionamento global do nosso corpo, mente e espírito. O “sentir-se bem, sentir-se com saúde” é uma consequência de vários fenômenos biológicos que envolvem o sistema nervoso central. Neste contexto, serão abordados os papéis da pele, do tato e do toque no desenvolvimento e estruturação da consciência e do que se chama “pele simbólica” ou “pele psíquica”.

 

The Skin we are, The Skin we Feel – Skin – Symbol – Consciousness

Iara Galiás Yoshinaga e Iraci Galiás

El sistema somatosensorial humano funciona de forma dinámica. Nuestros órganos reciben y producen estímulos que se convierten en información biológica, necesaria para la formación, maduración y funcionamiento global de nuestro cuerpo, mente y espíritu. El “sentirse bien, sentirse con salud” es una consecuencia de varios fenómenos biológicos que involucran el sistema nervioso central. En este contexto, se abordarán el papel de la piel, del tacto y del toque en el desarrollo y estructuración de la conciencia y de lo que se llama “piel simbólica” o “piel psíquica”.

 

O Banquete de Psique

Victor Palomo

 

Morte e Luto – A Psiquiatria sem Drogas e as Enfermidades Míticas no Cinema

Sylvia Mello Silva Baptista