Revista Junguiana 16

Revista Junguiana 16 – Estudos Clínicos

revista junguiana 16Tecnologia, Depressión Y Transformación. Aportes Epistemológicos em Clínica

Mario Eugenio Saiz
El autor analiza como el desarrollo científico y la tecnología de la hemodiálisis permiten, por un lado, prolongar la vida de pacientes com insuficiencia renal crônica terminal (IRCt) y, por outro lado, generan dependencias, pérdidas y sufrimientos, que aumentan la prevalencia de de los transtornos depressivos y de los suicídio en esta población.

 

La compreensión, el diagnóstico y las intervenciones de esta enfermedad-tratamiento requieren de un nueco campo de la ciencia: la psiconefrilogia. El autor propone reconsiderar el modelo antropológico y epistemológico que la sustenta, y a partir del mismo diseñar, integrando distintas perspectivas, una forma interdisciplinaria de tratamiento, especialmente de los transtornos depressivos.

 

Desarrolla la noción de descentración para caractereizar al ser enfermo en todos sus dimensiones-contextos. Muestra como la descentración de sentido de la existencia requiere de la elaboración simbólicadel sufrimiento, subyacente a toda dependencia, pérdida y cronicidad. Describe como los distintos momentos constitutivos del proceso de elaboración simbólica, y de la própria individuación, referidos al sufrimiento del paciente deprimido, posibilitan la transformación del sentido y de la calidad de vida de los mismos.

 

Terapia Psiquiátrica e Bases Neurológicas do Apego Social. Reflexões Sobre o Artigo “Aneurobiológico”

Nairo de Souza Vargas

autor, a partir de experiência em que se estudam bases neurobiológicas do apego social em animais, faz reflexões e análises sobre o uso de futuras e possíveis atuações farmacológicas no comportamento de apego do ser humano.

 

Ao mesmo tempo em que valoriza e realça a riqueza e a importância da abordagem farmacológica no comportamento humano, enfatiza a crescente necessidade da boa formação técnica e ética do terapeuta, principalmente na medida que este passa a dispor de instrumentos cada vez mais capazes de agir de modo determinante e impositivo, através das drogas, sobre o comportamento de seus clientes.

 

Imagens From The Unconcious: New Perspectives

Manfred Krapp

Este trabalho é um estudo sobre arte terapia com pacientes psicóticos realizada na ala de entrada de um grande hospital psiquiátrico. Alguns aspectos teóricos importantes sobre o conceito junguiano de imagens do inconsciente foram resumidos. A psicodinâmica fundamental e os processos dinâmicos grupais são discutidos. Imagens arcaicas do grupo são simbolicamente refletidas nas pinturas como as características “recipientes” do “grande feminino” (E. Neumann). Os processos de restauração psicótica acompanham uma mudança na constelação negativa do arquétipo materno, de um caráter negativo elementar para um caráter transformador positivo. É aqui abordada a importância da pesquisa sobre o processo psicoterápico corrente e sobre a psicologia cognitiva para o desenvolvimento do método das imagens do inconsciente.

 

Sonhos de Análise. A Arte de Ouvir e Ouvir Histórias

Maria Zelia de Alvarenga

A autora discorre sobre a importância do trabalho com sonhos pela técnica de amplificação do material sem conhecimento prévio de qualquer dado sobre o sonhador, recurso que confere elementos referenciais para a compreensão da psique global do sonhador. No trabalho são analisados os seis primeiros sonhos de um processo de análise.

 

O Rosto de Cristo. No Confronto com a Sombra, O Renascimento

Glória Lofti

No trabalho realizado com uma paciente monopolar do humor, observou-se intenso confronto do ego com o material arquetípico, ocasionando uma dialética criativa. Além da expressão verbal e do trabalho com sonhos, foram utilizadas técnicas expressivas, como grafismo e imaginação ativa, com o enfoque transferencial. Através da dor provocada por sua doença, a paciente encontrou encontrou o caminho que levava ao processo de individuação.

 

Orientação Profissional. Criação de um Espaço Através do Sandplay e dos Sonhos

Patrícia Gimenez

A autora busca uma ampliação do trabalho de Orientação Profissional através da teoria e prática clínica junguiana. Parte do enquadramento clínico em Orientação Profissional proposto por Rodolfo Bohoslavsky e introduz o sandplay e a análise de sonhos como instrumentos de uma prática clínica junguiana. Apresenta um caso de Orientação Profissional, exemplificando a possibilidade de construção de um espaço ritual no qual a reflexão sobre a escolha possa se dar através do sandplay e dos sonhos.