O Arquétipo do Caminho – Guilgamesh e Perceval de mãos dadas

O Arquétipo do Caminho – Guilgamesh e Perceval de mãos dadas

o-arquetipo-do-caminho-guilgamesh-e-perceval-de-maos-dadas-1Faça o download da monografia completa clicando aqui.

Esta monografia versa sobre o Arquétipo do Caminho e suas diferentes formas de expressão. O objetivo é refletir sobre esse tema, tendo como recurso de ampliação simbólica dois mitos, ou lendas, onde esse arquétipo está presente. Através de uma leitura simbólica das histórias de Guilgamesh e Perceval, é possível verificar o caminho que os personagens percorrem, e identificar pontos de convergência de seus trajetos. Os capítulos trazem reflexões a cerca do processo de individuação e dos elementos que o compõem, tal como a figura do herói, as defesas que se organizam no decorrer do caminhar, os paradoxos vividos, os questionamentos quanto à existência de um sentido e uma direção, a busca. Após esses levantamentos, a tradução simbólica do caminho é abordada, com a narrativa das histórias e a tentativa de sua compreensão dentro do referencial analítico da psicologia junguiana. A isso se segue um olhar abrangente do que foi descrito, propondo um caminho dentro do próprio texto analisado, chamando atenção para qualidades presentes no avançar dos dois personagens principais enfocados. Conclui-se que a persistência, a consciência reflexiva, o movimento e a regência são princípios norteadores do caminho, presentes nos mitos descritos, e a atenção a essas qualidades dá ao caminhante uma competência para um caminhar criativo.

Palavras-chave: Arquétipo, Caminho, Símbolo, Guilgamesh, Perceval, Individuação, Completude, Movimento, Regência, Criativo.
7
BAPTISTA, Sylvia Mello Silva. The Archetype of the Journey: Gilgamesh and Perceval, hand in hand. São Paulo, 2006. 87 pg Monograph – SBPA.



WhatsApp chat