Curso de férias – A Clínica da Perinatalidade: pai-mãe-bebê

Julho: Curso de férias – A Clínica da Perinatalidade: pai-mãe-bebê

Teoria e prática analítica e contribuições da neurociência

 

 15, 16 e 17 de julho

 

Segunda-feira a quarta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h

 

Este curso será uma imersão em temas fundamentais para o desenvolvimento do bebê e da criança desde a vida pré-natal.

 

Programa

Aula 1

Vida pré-natal e primeiríssima infância: complexos e arquétipos no útero

Ceres Alves Araújo
Psicóloga pela PUCSP; mestre em Psicologia Clínica pela PUCSP e doutora em Distúrbios da Comunicação Humana pela UNIFESP. Analista junguiana pela SBPA e membro da Academia Paulista de Psicologia (cadeira 39). Professora pesquisadora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Clinica da PUCSP. Coordenadora de Seminários do Programa de Formação da Analistas da SBPA. Coordenadora do Núcleo sobre Desenvolvimento Humano da SBPA.

 

Referências Bibliográficas:

Cyrulnik B. Interacciones precoces y nicho sensorial. In: Cyrulnik B, Anaut M ¿Por qué la resiliencia? Lo que nos permite reanudar la vida. Barcelona: Editorial Gedisa; 2016.

Jung, C G Desenvolvimento da Personalidade. OC XVII. Petrópolis: Editora Vozes, 2008.

Hrdy, S B The natural history of mothers and infants in Sieff, D F Understanding and healing emotional trauma: Converstions with pioneering clinicians and researchers. New York: Routledge, 2015

Kohler, R M  Archetypes and complexes in the womb. Jung Pages 2007. http://www.cgjungpage.org/ visto em 27/10/2013.

Krens,  Risikofator mutterleib.( The mother’s womb as a risk fator) Gottingen: Vandenhoeck & Ruprecht, 2004

Schore, A N The Science of the art of psychotherapy. New York: Norton & Company 2012.

Schore, A N All our sons. The developmental neurobiology and neuroendocrinology of boys at risk. https://doi.org/10.1002/imhj.21616 acesso em 7 de agosto de 2018.

Stern, D.  Forms of vitality. Exploring dynamic experience in psychology, the arts, psychotherapy and development. Oxford: University Press, 2010

Thom, R. – Catastrophe theory: its present state and future perspectives in Dynamical Systems, Warwich, 1974: Lecture Notes in Math., 468, Berlin-Heidelberg-New York, 1975.

 

Aula 2

Da gestação ao puerpério: relação mãe-bebê e a clínica materno-infantil

Betânia Farias
Psicóloga pelo Mackenzie. Especialista em psicomotricidade e psicologia perinatal. Psicoterapeuta familiar e de casal. Membro do Núcleo de terapia de casal e de família da SBPA. Escritora de livros infantis.

 

Referências Bibliográficas:

Angela Waiblinger, A grande mãe e a criança divina. Mito e arquétipo sobre o milagre da vida com desenvolvimento da alma – 2a. edição – São Paulo – Cultrix, 217

Erich Neumann, A criança – São Paulo – Cultrix, 1985

Joanna Wilhelm, O que é psicologia pré-natal- 4a. edição – atualizada – Casa do Psicólogo, 2013

Sue gerardi, Por que o amor é importante: como o afeto molda o cérebro do bebê – a. edição – São Paulo – Artmed, 2017

 

Aula 3

O bebê no mundo de hoje: a resiliência na primeiríssima infância e caminhos na orientação de pais

Mônica Andrigo Coelho
Psicóloga e mestre em Psicologia Clínica pelo Núcleo de Estudos Junguianos da PUC-SP e Graduada em Psicologia e Direito pela PUC-SP e em Comunicação Social pela ESPM, Membro do Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Humano na SBPA e do Núcleo de Psicologia Infantil e Adolescência do IJUSP.

 

Referências Bibliográficas:

Link da minha dissertação na biblioteca da PUC-SP : https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20514
Tradução e adaptação Transcultural da escala de avaliação da primeira infância para bebês e crianças DECA I/T (Devereux Early Childhood Assessment for Infants and Toddlers)

Pais!!! Onde foi que acertei? Uma conversa entre psicólogos e pais. Vol 1, Organizadoras: Lígia Bonini, e Denise Maia, Editora Sattva- 2019

 

Aula 4

O lugar do pai na contemporaneidade: a experiência de tornar-se pai e as transformações do masculino

Maria Beatriz Vidigal B. Almeida
Psicóloga clínica (PUC), Mestre em Psicologia do Desenvolvimento (USP), Analista Junguiana (SBPA – IAAP). Terapeuta individual, de casal e família. Ex-profa da PUC-SP. Membro do Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Humano e do Núcleo de Terapia de Casal e Família, ambos da SBPA.

 

Referências Bibliográficas:

ALMEIDA, M. Beatriz. V. B. Paternidade e subjetividade masculina em transformação: crise, crescimento e individuação. Uma abordagem junguiana. Dissertação de Mestrado, Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 2007.

ALMEIDA, M. Beatriz. V. B. Pai-Filho: por uma Relação de Alteridade. In: Hermes, nº 11. Revista do Instituto Sedes Sapientiae, (p.59-71) São Paulo: Primavera de 2006.

ALMEIDA, M. Beatriz. V. B. O exercício da paternidade: Individuação do pai e do filho. “O Abraço Partido”. In: Jung e o Cinema: Psicologia Analítica através de Filmes. Coord. Dulcinea da Mata Ribeiro Monteiro. Ed. Juruá, 2012.

ALMEIDA, M. Beatriz. V. B. Feminino e Masculino em transformação e impactos na conjugalidade contemporânea. Monografia para obtenção de título de Analista Junguiana na SBPA – Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica, SP, 2016.

ALMEIDA, M. Beatriz. V. B. O medo do Feminino: quem não tem? Reflexões sobre as transformações contemporâneas nos papeis de gênero diante do desafio da integração da anima. In: E-book: Masculino, Feminino e Relacionamento Amoroso. Org: Durval Luis de Faria. Ed. Escuta, 2017.

BYINGTON, Carlos A. B. Ternura, sexo, dignidade e amor. Um estudo das funções estruturantes pela Psicologia Simbólica. In: Junguiana: Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica, nº 19, São Paulo, 2001.

CALLIRGOS, Juan C. El otoño del patriarca? In: LOMAS, C. (Comp.). Todos los hombres son iguales? Identidades masculinas y cambios sociales. Barcelona, Paidós, 2003, (p.213-220).

CORNEAU, Guy. Pai ausente, filho carente. O que aconteceu com os homens? São Paulo: Brasiliense, 1991.

DONHA, Marcus C. O arquétipo do pai na cultura patriarcal – um estudo sobre a relação pai-filho e seus reflexos na subjetividade do homem atual. Dissertação de Mestrado, Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1998.

FARIA, Durval L. de. O pai possível. Conflitos da paternidade contemporânea. São Paulo: EDUC/FAPESP, 2003.

JUNG, Carl. G. Cap. XIV. A importância do pai no destino do indivíduo (p.291-310). In: Freud e a Psicanálise. Obras Completas Vol. IV. Petrópolis: Vozes, 1989 [1909, revisto em 1948].

JUNG, Carl. G. O arquétipo como referência especial ao conceito de anima. In: Arquétipos do Inconsciente Coletivo. Obras Completas Vol. IX/I 2.ed. Petrópolis: Vozes, 2002 [1936].

JUNG, Carl. G. Sobre os arquétipos do inconsciente coletivo. In: Arquétipos do Inconsciente Coletivo. Obras Completas Vol. IX/I 2.ed. Petrópolis: Vozes, 2002 [1934].

NEUMANN, Erich. O medo do feminino – e outros ensaios sobre a psicologia feminina. 2.ed. São Paulo, Paulus, 2011,

SEIDLER, Victor J. La sinrazón masculina. Masculinidad y teoria social. México, D. F.: Paidós, 2000.

SEIDLER, Victor J. Transformando las masculinidades. In: LOMAS, C. (Comp.). Todos los hombres son iguales? Identidades masculinas y cambios sociales. Barcelona: Paidós, 2003, p. 205-211.

VELÁZQUEZ, M. Alejandra. (2004). La paternidad en el proyeto de vida de algunos varones de la Ciudad de México. In: Mneme – Revista Virtual de Humanidades, nº 11, v.5, jul./set. 2004 (Dossiê Gênero). Disponível em <http://www.seol.com.br/mneme>, acesso em 3 de março de 2006.

 

Aula 5

O toque que toca: massagem com bebês e a moderna teoria do apego

Ligia Maria Bonini
Psicóloga, Mestre em Psicologia Clínica pelo  Núcleo de Estudos Junguianos PUC-SP, Membro do Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Humano da SBPA  Especialista em Integração Fisiopsiquica e Cinesiologia pelo Instituto Sedes Sapientae, Especialista em Atendimento de Casal e Família pela SBPA

REFERÊNCIAS:
ARAÚJO, C.A. de. Psicologia Analítica. In: Assumpção FB, Kuczynski E. Tratado de Psiquiatria da Infância e da Adolescência. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2012.
BOWLBY, J. Apego: a natureza do vínculo. Vol. 1 da trilogia Apego e Perda. 3 ed.- São Paulo: Martins Fontes, 2002.
BONINI, L. MAIA, D. (org.) Pais!! Onde foi que acertei¿ uma conversa entre psicólogas e pais. Vol. 1. São Paulo: Sattva, 2019.
FELDNAM, B. A skin for the imaginal- Palo Alto, California: The Journal of analytical Psychology, 2004. V9, p285-311.
LEBOYER, F. Shantala, um art traditionnel le massage des enfants. Paris: Seuil, 1976.
MARCATTI, E; NASI, M.T.; RODRIGUES, M; RUSSO, A.M. SCUOPPO. A; “A skin for the imaginal. Brian Feldman”. Seminário apresentado na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica, Núcleo de Desenvolvimento Humano: São Paulo, 2019.
MONTAGU, A. Tocar: o significado humano da pele. 3 ed. São Paulo: Summus editorial, 1986.
NASI, M.T. Dissertação de Mestrado. Representação da Imagem do medo em crianças de 6 a 11 anos. IN: Programa de Estudos Pós Graduados em Psicologia Clínica- Núcleo de Estudos Junguianos: São Paulo, 2016.
NASI, M.T.; RUSSO, A.M. SCUOPPO. A. A resiliência no desenvolvimento de crianças. In: Seminário apresentado na Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica, Núcleo de Desenvolvimento Humano: São Paulo, 2019.
SCUOPPO, A. Os toques sutis na psicoterapia infantil. In: Spaccaquerche, M.E. (org.). Corpo em Jung- estudos em calatonia e práticas integrativas. São Paulo: Vetor, 2012.
SÁNDOR, P. Técnicas de Relaxamento. São Paulo: Vetor, 1974.
SHORE A. N. Affect dysregulation and the disorders of the self. New York: Norton; 2003.
SPACCAQUERCHE, M.E. (org.) Corpo em Jung estudos em calatonia e práticas integrativas. São Paulo: Vetor, 2012.
STERN D.A. A constelação da maternidade: o panorama da psicoterapia pais/bebês. Porto Alegre: artes Médicas; 1997.

 

Aula 6

A vida dos contos e os contos da vida: contos na origem da vida

Maria Elci Spaccaquerche
Psicóloga  e Mestre pela PUC-SP, Terapeuta, Especialista em Clínica e Educação pelo CRP – Coordenadora da Coleção “Amor e Psique”
Site: www.mariaelci.com.br

Referências Bibliográficas: – Contos de Encantamento ( Contos de Fadas)

I- Sobre os contos e a visão psicoanalitica da teoria de C. G. Jung :
1-Von Franz, M. L. – Interpretação dos Contos de Fadas –trad. M. Elci Spaccaquerche -Edições Achiamé Ltda, RJ, 1981 /ed. Paulus
2-Von Franz, M.L. – Individuação nos Contos de Fadas – Ed. Paulus
3-Von Franz, Marie Louise – Archetypal Patterns in Fairy Tales – Inner City Books- Toronto, 1997
4-Von Franz,M. L. – O feminino nos Contos de fadas –trad. Regina Grisse de Agostinho, Ed. Vozes, RJ. 1995

 

Local

SBPA-SP – Rua Dr. Fláquer, 63, Paraíso, São Paulo.


Inscrições

Investimento: R$1.075,00 até dia 5/jul 

Após essa data, R$1.135,00

50% de desconto para alunos de graduação

Inscrições: sbpa@sbpa.org.br / 11-2501.4859